Alcatraz (1×11/1×12/1×13) – Season Finale


Alcatraz conseguiu se destacar de duas maneiras: com sua premissa de ficção científica muito interessante e com seus episódios extremamentes insossos, como foi apontado em comentário certeiro em uma review anterior. Por isso, eu estava dividido sobre o que esperar da season finale da série. Por um lado, a premissa sempre foi interessante e prometia muito, por outro o desenvolvido foi bem chato e sem graça. Mas, claro, era uma season finale, potencialmente um series finale, então talvez as coisas melhorassem e descobriríamos mais sobre os mistérios principais. Only that’s not what happened, como diria Hauser.

Começamos com o episódio 11, que supostamente deveria ter preparado o terreno para a season finale. O que de melhor aconteceu no episódio foi que FINALMENTE Rebecca e Soto começaram a descobrir os segredos que Hauser guarda. E isso no décimo-primeiro episódio de treze. Enfim… Um ponto forte do episódio foi Lucy. A personagem foi muito bem construída no passado, destacando especialmente a sua vontade de ajudar as pessoas, mesmo que sejam criminosos, e sua relação com Hauser. A história de Webb Porter foi mais uma com um ótimo potencial se tivesse sido trabalhada de maneira mais aprofundada, mas que, assim como várias outras histórias de prisioneiros, foi desperdiçada superficialmente. O final, no entanto, com Lucy acordando, me deu a promessa de que a série teria um final digno de sua premissa.

Only that’s not what happened, Hauser insiste. Começo pelo que critiquei no episódio 11: a trama envolvendo Garret Stillman foi divertida. Não fugiu muito da superficialidade com que as histórias dos prisioneiros foram abordadas no presente, mas sempre gosto de ver um filme ou série com um criminoso inteligente manipulando tudo como um jogo de xadrez. Além disso, a cena da perseguição de Rebecca e Tommy foi muito bem realizada, embora o confronto em si entre os dois deixou a desejar. Na verdade, Rebecca como um personagem deixou muito a desejar. Se em momento nenhum ela confrontou Hauser, nem mesmo depois de descobrir alguns de seus segredos e de Lucy voltar (a ponto de Lucy ter que se oferecer para responder o que ela queria saber), então não sei porque eu esperei que ela confrontaria seu avô… Honestamente, se a série voltar, acho que talvez fosse mais interessante deixá-la morrer e talvez introduzir um novo personagem (melhor do que fazer um movimento à la Jesus, que é tudo indica que vai acontecer, infelizemente).

Mas voltando à final, eu disse antes que o episódio 11 deveria ter preparado o terreno para a season finale e que não fez isso muito bem (exceto com a cena final). Pois a season finale me pareceu muito mais como um episódio que estava preparando a trama para uma verdadeira season finale. Sim, descobrimos algumas coisas, como o que havia dentro da sala, que os criminosos estão voltando em todos os EUA e não apenas em San Francisco (aliás, por que eles atacam um por vez?), que eles podem ser rastreados e que o Diretor tinha um cientista trabalhando para ele (além do cientista ter retornado quase na frente de Hauser e Lucy). E não me entendam errado, descobrir isso tudo foi interessante, mas me pareceu tão longe do que realmente está acontecendo que eu não pude deixar de pensar que o episódio 13 poderia ter sido uma ótima preparação para o episódio 14, esse sim o final, quando Rebecca morre, o Diretor aparece no presente, um grande confronto entre ele (e Tommy) e Hauser (talvez com Lucy e Soto) ocorre e finalmente descobrimos como eles viajaram para o presente e qual o objetivo de tudo isso. Isso sim seria um season finale.

Por fim, só queria dizer ainda que não sou necessariamente contra o formato procedural que a série adotou (gostei muito da primeira temporada de Fringe, por exemplo). O problema é que a série prometeu muito com uma premissa interessante e entregou pouquíssimo a partir dela, os personagens principais foram muito mal explorados e os casos semanais foram abordados de maneira muito superficial, quando claramente havia potencial para algo mais profundo.

Enfim, a temporada terminou, e tendo em vista a audiência, possivelmente a série. Disse no início que estava dividido sobre o que esperar da season finale e também estou divido sobre acompanhar uma possível segunda temporada. A premissa ainda é interessante e os movimentos realizados no último episódio talvez possam dar uma dinâmica diferente para a série, mas se tudo continuar no ritmo da primeira temporada e, especialmente, se Rebecca dar uma de Jesus, eu desisto.

One thought on “Alcatraz (1×11/1×12/1×13) – Season Finale

  1. Sabes o que é dormir seguidamente em três episódios de uma mesma série? Bom, fora extamnete isto que acontecera quando tentei ver estes ultimos episódios de Alcatraz e creio que perdi metade de cada um deles devido ao tédio que os mesmos eram, mas nem me importo pois a séries está por ser tão decepcioante, tão decepcionanate que lamento não ter dormido nos inicias e ter desistido desta antes…

    Enfim, um finale bem mediano que nenhuma impressão conseguiu causar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s