Nikita (2×17) – Arising


Cassandra nos surpreendeu em todos os episódios que esteve presente nesta temporada. Primeiro ela nos entrega uma grande bomba e revela que Max é filho de Michael, semanas depois descobrimos que esta na verdade é uma agente da MI6, inteligência secreta britânica. Durante a semana passada, inesperadamente, descobrimos que esta também é uma espiã para a Gogol e que terá uma papel fundamental na morte de Sergei. O que nos resta esperar da personagem para este episódio?

De qualquer forma, Cassandra fora um peça fundamental para a morte de Sergei, assassinato que fora planejado e executado por Ari, e também fora ela a receber as conseqüências de tal gigantesco ato.

Não sei se estou conformado com a morte de Sergei, desejei este momento por tanto tempo que fiquei um pouco decepcionado ao ver o resultado final, com Ari a matar o vilão. Sempre fiquei por imaginar que Alex se vingaria com suas próprias mãos e não que esta conseguisse vingança através das mãos de Amanda e da Division. Porém esta fora a única parte do episódio em que me senti um pouco decepcionado, o resto fora totalmente agradável e soube aproveitar as conseqüências da morte de Sergei.

O romance de Michael e Nikita novamente é abalado com a presença de Cassandra, porém este é novamente um assunto que os roteiristas escolhem por desenvolver em um único episódio e de uma forma que agrega a trama principal do episódio, evitando que assim percamos tempos com discussões e diálogos sobre sentimentos, apenas temos estas quando necessário.

Paralelamente a Michael e Nikita, continuamos com Sean e Alex na antiga mansão dos Udinov e a procurar o paradeiro de Katya. Durante o episódio me peguei reclamando em alguns momentos, pois, mais uma vez, Alex estava por ter um desenvolvimento lento e estava a ser apenas a sombra da grande personagem que conhecíamos. Não tardou muito para esta se revelar novamente e destruir os planos de dominação da Gogol planejados por Amanda e Ari, tornando-se assim mais uma inimiga mortal da Division.

Fora um episódio que trouxe também encontros e desencontros. De um lado temos a despedida momentânea de Katya e Alex, uma vez que nossa heroína declara guerra a Division. Por outro lado, temos a despedida definitiva, ao menos espera que se seja, de Cassandra e Max. Achei válida, e um pouco clichê, forjar a morte de ambos os personagens para que estes saiam do radar da Gogol e da MI6, e achei mais válido, e menos clichê, o sacrifício feito por Michael na tentativa de manter Cassandra e Max vivos.

Novamente tivemos um bom episódio de Nikita. Um episódio que se destacou por trazer mais uma trama sólida e cenas de combate corpo-a-corpo espetaculares. Enfim, os mais críticos e negativos estão por dizer que ainda haverá o dia em que Nikita irá nos decepcionar, e sinto-lhes informar que este dia não fora hoje e, aparentemente, não surgirá tão cedo no nosso calendário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s