The River (1×03) – Los Ciegos


O quão longe você está disposto a ir para reencontrar uma pessoa amada? O que você está disposto a sacrificar apenas para realizar o projeto mais interessante de sua carreira? Quantas mentiras você pretende contar até que a verdade seja revelada? Dizem por aí que o amor, ambição e as mentiras são capazes de deixar algumas pessoas cegas, sem enxergar o que lhe acontece ao redor, e fora, literalmente, isso que acontecera com os personagens neste terceiro episódio de The River.

Mas primeiro preciso fazer uma critica muito séria, não a série em si mas sim para as mentes geniais que estão por trás da mesma. Não vou culpar e descontar pontos da série por isso mas estão a fazer um trabalho porco com a cultura brasileira. Primeiramente, temos distorções de localidades no episódio anterior, depois temos brasileiros que não sabem pronunciar nenhuma palavra em português e agora o titulo deste episódio. Qual a razão de colocar um título em espanhol se estamos por presenciar uma série que se passa no Brasil onde a língua principal é Português? Será que há tanto preconceito assim com nossa língua no exterior? Por que não colocaram logo o título de The Blind ou, como deveria ser, Os Cegos? Mas como disse anteriormente, decidi não descontar pontos da série devido a esses pormenores mas um pouco mais de cuidado na hora da produção não faria mal algum. Bom, vamos falar do episódio em si, que fora superior aos seus antecessores. Sei que muita gente não gostou da série e sei que fui um dos poucos que me cativei pela mesma e é em Los Ciegos que conhecemos mais um pouco dos personagens e observamos um pouco o desenvolvimento destes. A trama principal de Los Ciegos girou em torno das ameaças que uma tribo estava por fazer após estes invadirem seus territórios.

Gostei bem mais do fato de ameaças reais do que as sobrenaturais encontradas nos episódios anteriores. O roteiro foi inteligente ao deixar quase todos os personagens cegos, exceto AJ, e com isso conseguiu criar um excelente clima de tensão enquanto os Morcegos, nome da tribo, os atacavam a bordo do Magnus. Para conseguir sobreviver a tais ataques eles teriam de ser julgados e absolvidos, ganhando assim a permissão de caminharem sobre o território que não lhes pertence.

Neste episódio também podemos conhecer um pouco mais sobre Clark e AJ e já podemos chegar a uma conclusão sobre quais personagens nos interessa e qual nos causa certo desgosto. É fácil sentir uma empatia com os principais, Lincoln e Tess, o misterioso Kurt também chama a atenção eAJ começa desagradável mas cresce ao decorrer do episódio e conquista minha empatia ao salvar todos da cegueira ao enfrentar seu maior medo. Já Jahel e sua cara de boneca possuída, seus sussurros assustados não me convencem, a personagem consegue ser bem irritante e desagradável.

Aos poucos vamos descobrindo alguns mistérios que os personagens carregam, descobrimos que Clark é apaixonado por Tess e que na verdade esta fora abandonada pelo marido e não o traiu como fora nos dito na premiere. A relação entre Kurt e Clark fora algo promissor, primeiro temos Clark a revelar que sabe sobre as intenções de Kurt e sobre o telefone que este anda carregando escondido e depois temos Kurt a esfaquear acidentalmente Clark, argumento que além de criar uma tensão entre os personagens nos gerou bons momentos nas cenas em que Lincoln tentava salvar Clark.

Enfim, um episódio bom que conseguiu aprimorar ainda mais a direção precisa, tensa e assustadora encontrada nos episódio anteriores e, caso eu ainda não tenha falado, este é o ponto mais forte da série, a atmosfera sombria e o inesperado sempre a acontecer. Enquanto The River continuar por apresentar episódios agradavelmente assustadores como este, não irei reclamar do descaso que este está por dar ao Brasil e sua cultura. Apresentando uma qualidade boa, pequenas falhas podem ser facilmente esquecidas.

Artigo originalmente publicado no Portal de Séries

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s