Grey’s Anatomy (8×13) – If / Then


Grey’s Anatomy resolve inovar e apostar num episódio especial mostrando-nos que uma decisão pode mudar todo o rumo da nossa vida, nós reflectimos as nossas decisões. Apesar de haver alguns casais e mudanças para as quais achei demasiado irrealistas, gostei muito das referências ao passado e algumas perspectivas de futuro. Comecemos então com what if…, ora bem esqueçam tudo o sabem de Grey’s aqui o mundo está virado de pernas para o ar. As mudanças começam bem no passado quando Webber vê-se obrigado a escolher entre a mulher e a amante, aqui no mundo às avessas Webber optou por Ellis. Permitindo-nos assim conhecer um pouco mais da personalidade de Ellis. As mudanças sucedem-se com Callie na cardiologista e estranhamente mulher de Owen, esta mudança achei que não resultou, mas gostei da referência a um amigo do Iraque Teddy. Mas a mudança mais cómica foi mesmo na personalidade de Bailey, de Nazi para pau mandado de Ellis, adorei ver a nova Bailey, ri imenso com as atitudes amedrontadas da Nazi disfarçada.

Outro dos aspectos que gostei bastante foi o regresso de Adisson, finalmente cumprindo o desejo de uma gravidez, mas com os problemas a assolarem o casamento e novamente a relação extra-conjugal com Sloan a confirmar o afastamento. Aqui uma clara referência ao passado atribulado entre estes três e ao aborto realizado por Adisson. Outro casal inesperado é Karev e Meredith, simplesmente não consigo imaginar isso na realidade e neste episódio simplesmente ficou estranho demais, contudo nesta história ficou a indicação de um possível envolvimento futuro entre Karev e Kepner. Adorei a Cristina má, o relacionamento com Meredith moldou a personalidade mais vincada de Cristina no entanto aqui Cristina não tem a sua pessoa, mantendo o foco no trabalho e sendo a anti-social do grupo, muito bom as cenas com ela.

Outro aspecto que achei particular piada foi à história de Lexie, sendo salva pelos seus dois amores, Avery e Sloan. Ver uma Lexie fora da linha como drogada e com rastas é coisa única. Ver Karev de óculos foi outro momento hilariante, apesar de não ter gostado da personalidade de Meredith, no entanto isso demonstra bem a relação com a mãe e o que isso poderia causar no futuro profissional da personagem e mesmo na sua personalidade. Um episódio hilariante, apesar de achar que alguns casais e mudanças causaram demasiadas estranhezas, no entanto outras foram simplesmente muito bem elaboradas e pensadas, adorei as referências ao passado e as consequências que alguns acontecimentos poderiam ter causado caso a decisão tivesse sido outra. Um episódio diferente que conseguiu conquistar.

Artigo inicialmente publicado em Portal de Séries.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s