Bloco Séries Animadas – Semana 15


Um episódio ruim de Simpsons e um episódio sério de Family Guy?

The Simpsons (23.12) – Moe Goes from Rags to Riches

Nunca imaginei que um episódio dos Simpsons envolvendo história poderia não me agradar, mas esse episódio conseguiu ser ruim a esse ponto. A história principal conta as aventuras do único “amigo” de Moe, seu pano, desde a Idade Média. Essa história de Moe ser solitário e não ter amigos já foi usada tantas, tantas vezes que acho que só com algo muito criativo sairia algo interessante e engraçado, e não foi o caso desse episódio. Além disso, a outra storyline sobre a briga de Bart e Millhouse foi totalmente desperdiçada. Ela deveria ser o tema central de um episódio e ganhar mais tempo de tela e na cabeça dos roteirista. Do jeito que foi feito, ficou apenas um pouco melhor que a storyline principal. Só gostei de algumas piadas envolvendo a história, mas não sei se alguém que não fez faculdade de história vai gostar. Enfim, essa temporada dos Simpsons está indo com altos e baixos.

Family Guy (10.12) – Livin’ on a Prayer

Nessa semana, Family Guy foi mais séria do que o normal ao abordar uma questão religiosa que gera muitas discussões. A história começa quando Lois descobre que os pais do novo amigo de Stewie (bons tempos em que Stewie tinha inimigos e não amigos) não vão lhe dar tratamento médico para o câncer que ele tem, mas vão tentar curá-lo com o “poder da fé”. O roteiro conseguiu trabalhar bem o tema difícil, especialmente ao trazer uma conclusão que não necessariamente ofende a religião, mas a força desse episódio é certamente o fato de que qualquer pessoa (menos os idiotas que se recusam a dar tratamento médico para uma CRIANÇA doente; e não pense que isso é ficção, há casos no Brasil em que crianças morreram porque seus pais se recusaram a deixar que transfuções de sangue fossem feitas) sentiria compaixão pela criança e se identificaria com Lois (embora a ideia de roubar a criança e levar para um hospital seja idiota, porque nenhum médico faria qualquer coisa sem autorização dos pais). E mesmo abordando um tema sério, o episódio também conseguiu ser engraçado em alguns momentos, como com Peter usando a fantasia de Harry Potter e as piadas com filmes de ação. Enfim, um bom episódio que, mais um vez, mostrou que Family Guy consegue tratar de temas sérios.

Artigo originalmente escrito por Vinicius Vinera e publicado no Portal de Séries.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s