Grey’s Anatomy (8×07) – Put Me In, Coach


Grey’s continua a apostar em episódios leves mas interessantes, é certo que os casos clínicos não são tão envolventes como em episódios marcantes da série, no entanto permitem o desenvolvimento e crescimento de algumas personagens, como foi o caso de Cristina neste episódio, que finalmente percebe o propósito das atitudes de Teddy. Um dos aspectos que menos gostei é a tentativa de Shonda em reacender um triângulo que já devia ter morrido há muito, acho demasiado repetitivo este tipo de história, se quer juntar Lexie e Sloan que junte de uma vez e deixe-se de joguinhos de cintura. Parece que no próximo episódio haverá mais desenvolvimentos, uma vez que Avery não ficou muito contente com a atitude da namorada.

E por falar em Lexie, não sei o que lhe fizeram, mas ultimamente tem conseguido irritar-me, perdeu o brilhantismo de outros tempos, o único momento brilhante dela foi a bolada na rival, espero que volte rapidamente aos eixos. O centro do episódio foi um jogo de basebol com um hospital rival, apesar de algo improvisado acabou por render bons momentos de convívio entre a equipa de Seatle Grace, adorei ver Teddy como lançadora, simplesmente hilariante. Outro dos pontos altos foi a disputa acesa entre Meredith e Bailey, Bailey está a ter alguma dificuldade em colocar o erro de Meredith para trás das costas principalmente por esse erro ter levado ao afastamento de Webber, mas Meredith não se dá por vencida. E depois de conseguir descobrir o problema do dispositivo, e de uma intervenção poderosa de Webber acaba por conseguir o seu lugar no estudo clínico, será interessante ver a interacção das duas daqui para a frente.

Um dos aspectos que sempre gostei na série foi da amizade entre Meredith e Cristina, a interacção entre as duas proporciona-nos sempre bons momentos e neste episódio não foi excepção. Karev neste episódio andou a remediar alguns erros do passado e após alguns subornos, bem típicos da personalidade de Karev, lá consegue arranjar uma audiência para Meredith e Derek no caso de Zola. E é isto que gosto em Karev, é capaz do melhor e do pior, e embora demonstre quase sempre a mascara de durão é nestas atitudes que demonstra todo o seu coração e verdadeira personalidade. Resumindo um episódio leve, mas que nos trouxe bons momentos de convívio entre toda a equipa do hospital que temos o privilégio de acompanhar ao longo destas oito temporadas. Segundo dizem o próximo episódio promete, cá estarei então para comentar.

Aspectos negativos:

– O eterno triângulo amoroso Lexie/Sloan/Avery.
– Os casos clínicos não conseguiram puxar por mim, se calhar porque espero sempre mais destes.
– Onde anda a adorável Lexie?

Aspectos positivos:

– A atitude de Karev.
– O despertar de Cristina e a conversa sincera com Teddy.
– Finalmente Bailey cedeu e vai trabalhar com Meredith será interessante visualizar a sua interacção a partir de agora.

Artigo inicialmente publicado em Portal de Séries.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s