Hart of Dixie (1×02) – Parades and Pariahs


Depois de um episódio de estreia meio decepcionante, Hart of Dixie consegue melhorar um pouco no segundo episódio, conseguindo proporcionar-nos mais acção e momentos cómicos. No entanto ainda fica um pouco aquém das expectativas. Estou particularmente desiludida com a personagem de Scott Porter, acho o George um pãozinho sem sal ao dispor das vontades de Lemon, Scott pode e consegue muito melhor, também penso que a personagem em si não ajuda muito o actor. Veremos como será daqui para a frente, para já tenho imensas saudades do Jason Street. Por outro lado temos o Wade, adoro a personagem, o bad-boy, já tinha simpatizado com ele no primeiro episódio mas neste as suas cenas foram pura comédia e apesar de não conhecer o actor penso que tem o papel perfeito. Fiquei também um pouco desiludida com a suposta saída da Sr. H, acho que dava dinâmica à série e a sua interacção com Zoe era muito boa. Já o clã Breeland não consegue convencer-me, principalmente a Lemon, que vozinha e personalidade tão irritante. 

Falando agora de Bluebell acho interessante a dinâmica da pequena cidade, com as velhotas a falarem da vida dos outros, os desfiles levados ao extremo, o ambiente e as personagens totalmente opostas de Zoe, bem como os animais que resolvem aparecer a cada episódio. Mas para já o grande brilhantismo pertence a Zoe, além de ser bem interpretada, tem um personalidade cativante e os seus momentos com Wade são magníficos, contrariamente ao que seria de esperar torço por este suposto casal. Neste episódio Zoe descobre que a tarefa será mais difícil que o previsto tendo de conseguir angariar 30% dos doentes, mas para isso terá de enfrentar o terrível Dr. Brick. Zoe depressa aprende que terá de mudar os seus métodos para conseguir adaptar-se à cidade e conseguir arranjar pacientes. Mas um erro leva-a a ser a risota da cidade, proporcionando momentos cómicos no seu embate de frente com Wade. Mas se a vida já não estava fácil para Zoe depois do incidente com o tractor só tendem a pior, a fúria de Lemon só piorou, afinal estragou-lhe o grande dia. Mas conseguiu aparentemente descobrir o caminho para seguir as pisadas do pai. Adorei a atitude de Wade para Rose, demonstrando que lá no fundo tem um óptimo coração. A série consegue melhorar e proporcionar 45 minutos mais agradáveis, não é uma grande série, mas pode ser perfeitamente a série para ver para relaxar depois de um dia cansativo.

Aspectos positivos:

– As personagens de Wade e Zoe e a sua interacção, tem muito química e conseguem proporcionar-nos momentos engraçados.
– As pequenas coisas que vão tornando Bluebell cada vez mais familiar e acolhedora.
– As expressões de Zoe Hart em determinados momentos são hilariantes.

Aspectos negativos:

– Saída de Sr. H.
– A personagem de George, penso que Scott está sub-aproveitado, espera muito mais de Scott, para já é um pãozinho sem sal.
– A Lemon, demasiado irritante, penso que fica bem com George. E a história de Lavon cheira-me a esturro.

Artigo originalmente publicado em Portal de Séries.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s